coronavirus microscopia

Japão volta a reforçar restrições de fronteira em tentativa de conter nova variante ômicron

 

 

O Japão decidiu passar a reimpor a proibição para novas entradas de estrangeiros, citando o perigo em potencial da variante ômicron. Com isso, ficam suspensas as recentes medidas de afrouxamento das restrições para estudantes estrangeiros, pessoas de negócios e trainees técnicos.

O primeiro-ministro do Japão divulgou as medidas nesta segunda-feira. Kishida Fumio disse: “Decidi colocar em vigor restrições para estrangeiros de qualquer parte do mundo, com início na terça-feira (30), como medida emergencial. O objetivo é evitar que ocorra o pior cenário possível em nosso país”.

Kishida ressaltou que as medidas serão temporárias, até que especialistas tenham compreendido melhor o quão grave é a ameaça da nova variante. Também disse que autoridades japonesas estão investigando um caso envolvendo um viajante da Namíbia que testou positivo para o vírus. Está sendo conduzida análise de genoma para descobrir se o indivíduo foi infectado pela nova variante.

O governo também vai reforçar as restrições para cidadãos japoneses de retorno ao Japão provenientes de uma dezena de locais onde a variante ômicron foi confirmada. As medidas significam que viajantes precisam se acomodar em instalações designadas por alguns dias após chegar ao país.

 

Com informações da TV Japonesa NHK