farmaceutico murilo pedatella

 

Milton Rodrigues dos Santos, 54 anos, o motorista que atropelou e matou o farmacêutico Murilo Pedatella Jaime, 28 anos, teve a prisão preventiva decretada. A decisão foi tomada em audiência de custódia realizada na tarde desta segunda-feira (9) no fórum de Anápolis. Imagens de câmeras de segurança mostram Milton trafegando na contramão da Avenida Brasil, na cidade citada, quando atropela a vítima que estava em um patinete. O caso aconteceu na última quinta-feira (5).

Milton alegou que faz uso de remédios controlados para epilepsia, e que no momento do acidente estava em crise. Diante da afirmativa, a justiça oficiou o Detran para que, no prazo de cinco dias, informe aos autos se o autuado apontou em seus exames a existência da epilepsia ou outra doença.

Além do patinete da vítima, na decisão é citado que o motorista chocou-se com uma motocicleta, conduzida por Benedito Sanches Carvalho, que sofreu graves lesões nos membros superiores e inferiores. Benedito foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Estadual de Urgências de Anápolis (Huana).

O farmacêutico Murilo Pedatella por sua vez, teve fraturas expostas e morreu antes da chegada do Corpo de Bombeiros no local. Filho de uma das coordenadoras da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Anápolis, Murilo estava casado há quatro meses.