abbvie

 

A AbbVie e a Universidade Harvard anunciam parceria de US$30 milhões para formar uma aliança multidisciplinar na Escola de Medicina da Harvard (HMS - Harvard Medical School) para o estudo e desenvolvimento de novas terapias contra infecções virais emergentes, principalmente aquelas causadas por coronavírus e por vírus que causam febre hemorrágica.

Esta colaboração visa integrar rapidamente a biologia básica no desenvolvimento pré-clínico e clínico de novas terapias para as doenças virais a partir de uma grande variedade de modalidades terapêuticas. A HMS liderou vários esforços de pesquisa desde o início da pandemia pela COVID-19.

"Um elemento chave para ter uma organização de Pesquisa & Desenvolvimento forte é a colaboração com instituições acadêmicas de ponta, como a HMS, para desenvolver terapias para os pacientes que mais precisam delas", afirmou Michael Severino, Vice-Presidente da área Médica da AbbVie. "Há muito que aprender sobre doenças virais e a melhor maneira de tratá-las. Aproveitando o poder da pesquisa conjunta, podemos desenvolver novas terapias precocemente, para garantir que o mundo esteja melhor preparado para possíveis surtos futuros”.

“O cataclismo que representou a pandemia COVID-19 nos lembra como é vital estar preparado para a próxima crise de saúde pública e como a colaboração é crítica em todos os níveis", disse o médico e Ph.D. George Q. Daley, reitor da HMS. "A Harvard Medical School, como o núcleo de um ecossistema de descoberta fundamental e tradução terapêutica, está posicionada, de forma única, para impulsionar esta pesquisa transformadora ao lado de aliados como a AbbVie."

A AbbVie fornecerá US$ 30 milhões ao longo de três anos, aproveitando os cientistas, a sua experiência e instalações para promover pesquisas colaborativas e esforços de desenvolvimento em estágio inicial em cinco áreas:

Imunologia e imunopatologia - estudo dos processos básicos que afetam as respostas imunológicas críticas do corpo aos vírus e a identificação de oportunidades para intervenção terapêutica.

Terapias antivirais - Desenvolvimento de abordagens que modulam as proteínas do hospedeiro em um esforço para interromper o ciclo de vida de patógenos virais emergentes.

Anticorpos Terapêuticos - Desenvolvimento rápido de anticorpos terapêuticos ou biológicos contra patógenos emergentes, incluindo SARS-CoV-2, para um estágio pré-clínico ou clínico inicial.

Moléculas pequenas - descoberta e desenvolvimento em estágio inicial de drogas de moléculas pequenas que atuariam para prevenir a replicação de coronavírus conhecidos e patógenos emergentes.

Desenvolvimento translacional - validação pré-clínica, teste farmacológico e otimização de abordagens líderes, em colaboração com hospitais afiliados á Harvard, com resultados de programa a serem determinados.

 

Sobre a AbbVie

A missão da AbbVie é descobrir e fornecer medicamentos inovadores que solucionem as questões mais sérias de saúde de hoje e enfrentem os desafios médicos de amanhã. Nós nos empenhamos em causar um impacto notável na vida das pessoas em várias áreas terapêuticas: Imunologia, Oncologia, Neurociência, Oftalmologia, Virologia, Saúde da Mulher e Gastroenterologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. Para mais informações, acesse www.abbvie.com.br . Siga @abbvie no Twitter, Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn.

No Brasil, a AbbVie começou a operar no início de 2014. Suas unidades de negócios locais incluem Imunologia, Neonatologia, Virologia, Oncologia, Oftalmologia, além dos serviços e produtos da Allergan Aesthetics. Entre suas diferentes áreas de atuação, conduz mais de 50 estudos clínicos em Imunologia, Oncologia e Virologia, em 23 cidades brasileiras, envolvendo mais de 200 equipes e centros de pesquisa brasileiros.

 

Sobre Escritório de Desenvolvimento de Tecnologia da Harvard (OTD)

O Escritório de Desenvolvimento de Tecnologia (OTD) da Harvard promove o bem público ao fomentar a inovação e traduzir as novas invenções feitas na Harvard em produtos úteis, disponíveis e benéficos para a sociedade. Nossa abordagem integrada ao desenvolvimento de tecnologia compreende pesquisas patrocinadas e alianças corporativas, gerenciamento de propriedade intelectual e comercialização de tecnologia, por meio da criação de empreendimentos e licenciamento. Para preencher ainda mais a lacuna de desenvolvimento da indústria acadêmica, Harvard OTD gerencia o Blavatnik Biomedical Accelerator e o Physical Sciences & Engineering Accelerator. Para obter mais informações https://otd.harvard.edu.

 

Sobre a Harvard Medical School

A Harvard Medical School tem mais de 11.000 professores trabalhando nos 11 departamentos de ciências sociais e básicas que compreendem o Blavatnik Institute e nos 15 hospitais universitários e institutos de pesquisa afiliados a Harvard: Beth Israel Deaconess Medical Center, Boston Children's Hospital, Brigham and Women's Hospital, Cambridge Health Alliance, Dana-Farber Cancer Institute, Harvard Pilgrim Health Care Institute, Hebrew SeniorLife, Joslin Diabetes Center, Judge Baker Children's Center, Massachusetts Eye and Ear / Schepens Eye Research Institute, Massachusetts General Hospital, McLean Hospital, Mount Auburn Hospital, Spaulding Rehabilitation Network e VA Boston Healthcare System.

 

Fonte: Aseessoria de Imprensa