hilab coronavirus

 

A Hi Technologies, empresa curitibana conhecida por sua solução Hilab, dispositivo laboratorial que oferece exames remotos, em qualquer lugar, com o diagnóstico pronto em apenas alguns minutos, anunciou ter desenvolvido um teste rápido para o coronavírus, que apresenta resultado em aproximadamente 10 minutos.

De acordo com a startup, a produção em escala já está acontecendo e até Abril, será possível disponibilizar o novo teste. O modelo se aplicará na forma de saúde ocupacional e irá atender empresas na região de São Paulo. Para garantir os testes, as empresas devem preencher o formulário através do site Exame Corona. Contudo, para oferecer a solução e permitir uma agilidade no processo de identificação do Covid-19, a empresa irá disponibilizar os testes sorológicos em algumas farmácias que já possuem o dispositivo Hilab.

O valor inicial dos testes será de R$ 130,00, contudo a divulgação da empresa afirma estar buscando a redução do valor, para que possa oferecer uma rápida identificação da pneumonia que tem afetado todos os continentes desde 31 de Dezembro de 2019.

Em todo o mundo, o COVID-19 já infectou mais de 130 mil pessoas e trouxe 5 mil vítimas fatais, de acordo com a linha do tempo do coronavírus produzido pelo AAA Inovação. O teste rápido diponibilizado pelo Hilab pode ser a alternativa que irá acelerar a identificação de pacientes e permitir uma redução drástica no número de infectados em todo o país e também no mundo.

 

Como funciona a utilização do Hilab? 

O serviço Hilab permite que com apenas algumas gotas de sangue da ponta do dedo, o dispositivo Hilab realize exames utilizando as metodologias de Imunocromatografia e Colorimetria. E graças às tecnologias como a Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (I.A) e a parceria com a Microsoft e Intel, o Hilab consegue fazer exames em poucos minutos, a qualquer hora e em qualquer lugar.

O Hilab já está disponível em farmácias de todo o Brasil. A coleta nesses é feita na ponta do dedo e a amostra é inserida no dispositivo Hilab, onde o resultado é digitalizado e transmitido instantaneamente via internet para a equipe do Laboratório Central. Os biomédicos realizam a análise do resultado, emitem e assinam o laudo, tudo isso em menos de 15 minutos. Logo em seguida, o laudo é enviado por e-mail ou SMS do paciente, mas também pode ser impresso no local onde foi feito o exame.

Os exames como HIV, dengue, zika, hepatite, colesterol, glicemia, entre outros podem ser identificados em minutos e por um preço menor que os laboratórios tradicionais, uma vez que a logística não tem custo. Os fundadores afirmam que um de seus objetivos é humanizar mais a medicina e a saúde no Brasil, deixando-a mais acessível para todos.

 

Texto por Daniel Porcides - portal AAA Inovação

Imagem: Divulgação Hilab

 

Leia também:

Alta do dólar e coronavírus podem fazer medicamento ficar mais caro no Brasil

Índia limita exportação de medicamentos por causa do Coronavírus

Como se prevenir do coronavírus