campanha vacina influenza

 

As farmácias de São Paulo serão convidadas para oferecer as vacinas contra a influenza (gripe) e sarampo (tríplice viral) que serão distribuidas gratuitamente através do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O anúncio foi realizado por David Uip, coordenador do Centro de Contingência contra o Coronavírus do governo do Estado de São Paulo, na parceria os pacientes seriam imunizados gratuitamente, como nos postos de saúde. "Seria uma opção a mais de local para tomar a vacina, mas a vacinação nos postos de saúde continuará normalmente", explicou.

A importância da parceria seria para evitar aglomerações de idosos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), minimizando os riscos de contágio do novo coronavírus COVID-19.

A campanha de vacinação contra o influenza vai começar no dia 23 de março e São Paulo vai recever 75 milhões de doses da vacina que faz parte do calendário do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em algumas regiões dos EUA as farmácias fazem parte dos estabelecimentos que participam do programa nacional de imunização. Desde que a ANVISA publicou a RDC 197/2017, as farmácias brasileiras podem aplicar vacinas.

A vacinação pode ser realizada no ambiente destinado à realização dos serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias, desde que as exigências sanitárias previstas na RDC 44/2009, RDC 197/2017 e RDC 50/02 sejam seguidas.

O serviço de vacinação nas farmácias possui a importância de ampliar o número de pessoas imunizadas.

 

 

Texto por Fábio Reis para PFARMA

* A reprodução é permitida, desde que citada a fonte com link para https://pfarma.com.br 

 

Leia também:

Alta do dólar e coronavírus podem fazer medicamento ficar mais caro no Brasil

Índia limita exportação de medicamentos por causa do Coronavírus

Como se prevenir do coronavírus