empregada domestica coronavirus

 

De acordo com a prefeitura da cidade de Miguel Pereira uma mulher de 63 anos morreu com suspeita de coronavírus. A mulher trabalhava como empregada dosméstica de uma mulher com coronavírus, que testou positivo para o COVID-19 depois de uma viagem à Itália.

Em reportagem recente, o Blog do Lauro Jardim, alertou para o caso de uma empregada doméstica que estava trabalhando na casa de um casal infectado pelo coronavírus, em São Conrado, contrariando as recomendações de segurança. Confira um trecho da matéria:

"Desde então, o casal está em casa, no bairro de São Conrado, em quarentena [..] Contrariando todas as recomendações de segurança, a empregada doméstica do casal não foi dispensada e permanece no apartamento trabalhando de avental, luvas e máscara.."

 

Leia a nota da Prefeitura de Miguel Pereira:

"Mantendo a transparência e as informações para todos os cidadãos, a Prefeitura de Miguel Pereira informa que na data de hoje, infelizmente um paciente, do sexo feminino, com 63 anos, veio a óbito pelos sintomas do coronavírus.

A paciente, que trabalhava na capital do Rio de Janeiro, esteve em contato direto com sua empregadora, que chegou da Itália e testou positivo ao COVID-19. A mesma deu entrada no Hospital Municipal Luiz Gonzaga já em quadro grave, vindo diretamente de seu ambiente de trabalho para a unidade de saúde.

O laudo das autoridades sobre o caso sairá em 24 horas, onde constará maiores informações sobre a causa da morte.

Lamentamos e nos solidarizamos com a família e informamos que a Prefeitura Municipal e o Hospital Municipal Luiz Gonzaga estão tomando todas as medidas para o enfrentamento do novo coronavírus. É de extrema importância que neste momento, a população siga todos os critérios definidos pela Secretaria Municipal de Saúde e que fique atento a qualquer sintoma. Para maiores esclarecimentos, o cidadão pode entrar em contato com o Plantão de Enfrentamento da COVID-19 no telefone (24)2484-4223".