pet animal estimacao coronavirus

 

Hong Kong registrou o caso de um cachorro com teste positivo para Coronavírus. Este é o primeiro caso de um animal de estimação que apresentou amostras positivas para COVID-19.

 

Leia: Como se prevenir do coronavírus

 

Leia abaixo na íntegra o comunicado das autoridades de Hong Kong sobre o caso.

 

COMUNICADO: Detecção de baixo nível de vírus COVID-19 em cães domésticos

 

Um porta-voz do Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação (AFCD) disse hoje (28 de fevereiro) que um cão de estimação foi testado como positivo positivo para o vírus COVID-19.

O AFCD recebeu uma informação do Departamento de Saúde em 26 de fevereiro de que um cão de um paciente infectado com o vírus da doença COVID-19 seria entregue ao AFCD. Funcionários do AFCD pegaram o cachorro em um apartamento residencial em Tai Hang à noite no mesmo dia e o enviaram para a instalação do centro de animais no porto de Hong Kong. Foram coletadas amostras orais, nasais e retais para o teste do vírus COVID-19. As amostras de cavidade nasal e oral foram testadas fracamente positivas para o vírus COVID-19. O cão não apresenta nenhum sintoma relevante.

O cão acima é o único cão em quarentena na instalação do centro de animais no porto de Hong Kong no momento. Não há outros animais usando a referida instalação. Os funcionários do departamento intensificarão a limpeza e desinfecção das instalações do centro de animais.

Atualmente, o AFCD não possui evidências de que animais de estimação possam estar infectados com o vírus COVID-19 ou ser uma fonte de infecção para as pessoas. O Departamento realizará um monitoramento cuidadoso do cão acima e coletará amostras adicionais para testes para confirmar se o cão realmente foi infectado pelo vírus ou se isso é resultado da contaminação ambiental da boca e nariz do cão. Testes repetidos serão realizados para o cão e só serão retornados quando o resultado do teste for negativo.

O porta-voz disse que, para garantir a saúde pública e animal, o departamento aconselha veementemente que animais de estimação mamíferos de pacientes confirmados com o vírus COVID-19 devem ser colocados em quarentena pelo AFCD. Os animais serão entregues nas instalações do centro de animais designadas do AFCD para vigilância em quarentena e veterinária por 14 dias. As amostras serão coletadas para teste do vírus COVID-19, conforme apropriado.

O porta-voz lembrou os donos de animais de estimação a manter um bom hábito de higiene e lavar bem as mãos com sabão ou álcool desinfetante após entrar em contato com animais de estimação. Os donos de animais devem usar máscaras ao sair. Se houver alguma alteração na condição de saúde dos animais, deve-se procurar atendimento médico veterinário o mais rápido possível.

 

 

Traduzido por Fábio Reis para PFARMA

 

Leia também:

Cientistas brasileiros sequenciam genoma do coronavírus em 48 horas

Cachorro apresenta teste positivo para Coronavírus

Coronavírus: máscaras e álcool gel começam a faltar nas farmácias

Confirmado primeiro caso de Coronavírus no Brasil

Medicamentos usados no tratamento do Ebola, Malária e HIV demonstram eficácia contra o coronavírus