Atualizada RDC 347 sobre venda de álcool manipulado

 

Foi republicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 347/2020, que dispõe sobre os critérios e os procedimentos extraordinários e temporários para exposição à venda de preparações antissépticas ou sanitizantes por farmácias magistrais, as chamadas farmácias de manipulação.

A reedição foi necessária para atualização e correção do artigo 3º, que especifica quais preparações oficinais podem ser vendidas ao público.

De acordo com o novo texto da Resolução, são permitidas as seguintes preparações oficinais:

- Álcool etílico 70% (p/p)

- Álcool etílico glicerinado 80%

- Álcool gel

- Álcool isopropílico glicerinado 75%

- Água oxigenada 10 volumes

- Digliconato de clorexidina 0,5%

 

Todas essas fórmulas podem ser utilizadas no combate ao novo coronavírus. Até então, somente as indústrias de cosméticos podiam fabricar esses produtos, desde que autorizadas pela Anvisa.

Com o avanço da pandemia por coronavírus a população está com dificuldade de conseguir comprar álcool gel. Com essa medida, a Agência tem como objetivo ampliar o acesso da população a esses produtos. A autorização vigorará enquanto for reconhecida a emergência de saúde pública relacionada à Covid-19 pelo Ministério da Saúde.

 

 

Por: Ascom/Anvisa

 

Sobre Álcool Gel e Coronavírus leia também:

OMS orienta produção de produto que substitui álcool em gel

O perigo da fabricação e uso de álcool gel caseiro

Denúncias de aumento abusivo no preço de álcool em gel lotam procons

Anvisa autoriza pronta-entrega de álcool gel em farmácia de manipulação