gato coronavirus

Autoridades de saúde da Bélgica informaram que uma mulher transmitiu coronavírus para seu gato, ambos já estão bem. Comitê destacou que gatos não transmitem coronavírus para humano.

 

 

Atenção: Não abandone seu animal de estimação, cães e gatos não transmitem coronavírus.
O abandono de animais é crime e pode resultar na pena de detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

 

O Serviço Federal de Saúde Pública da Bélgica (FPS Health) informou em relatório, divulgado no dia 27 de março, que um gato da província de Liège foi infectado por seu dono com coronavírus.

"Queremos enfatizar que este é um caso isolado" disse Steven van Gucht, chefe de doenças virais da FPS, completou "Além disso, neste caso, estamos falando de uma transmissão humano-animal, e não o contrário. Não há indícios de que isso seja comum. O risco de transmissão de animal para humano é muito pequeno."

Em nota a entidade disse que foram informados pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Liège que o RNA viral do coronavírus SARS-CoV2 (Covid-19) foi encontrado nas fezes e no vômito de um gato com sinais clínicos de doença digestiva e respiratória.

Após o diagnóstico positivo para SARS-CoV2 o gato foi isolado do proprietário. Ele adoeceu uma semana depois que o proprietário voltou da Itália.

O gato apresentou sintomas clínicos (anorexia, diarreia, vômito, tosse e respiração superficial) que são compatíveis com uma patologia clássica para uma infecção por coronavírus (sintomas respiratórios e / ou digestivos).

O gato testou positivo para o vírus SARS-CoV2 em amostras sucessivas de fezes e suco gástrico. Os resultados positivos da PCR foram confirmados por sequenciação. Nove dias após o início dos sintomas clínicos, o gato apresentou uma melhor condição geral.

 

Sobre os riscos de contaminação de animais por coronavírus

Um comitê foi instaurado para investigar o caso e chegou a seguinte conclusão "considera pequeno o risco de contaminação do animal pelos seres humanos" e ressaltou "O risco de contaminação humana por animais domésticos é insignificante".

O Comité Científico recomenda que os animais de estimação que vivem com pacientes infectados por coronavírus sejam mantidos na residência. Se o proprietário infectado for hospitalizado, o Comitê Científico recomenda que os animais sejam tratados por um amigo próximo ou membro da família que mora com a pessoa infectada.

Além disso, o Comitê Científico não recomenda testar animais de estimação suspeitos até que as opções de diagnóstico aumentem drasticamente. Também não é recomendada a eutanásia dos animais domésticos infectados com coronavírus.

 

"Não vamos voltar a um período medieval sombrio, quando pessoas ignorantes
caçavam e matavam gatos por medo de que transmitam doença.
Dissemos isso desde o início da crise e vamos continuar até o fim:
não há razão para abandonar seu animal"
- Comitê Científico da FPS Health

 

 

 

 

 

 

 

Uma boa notícia sobre coronavírus para os tutores de cães e gatos

 

Até o momento foram registrados apenas 3 casos de animais de estimação infectados por coronavírus. O gato na bélgica e dois cães em Hong Kong que testaram positivo para coronavírus.

Ambos os cães infectados não apresentaram nenhum sintoma e agora estão saudáveis, o gato teve melhoria da saúde seja para um portador assintomático, ou, para uma infecção não letal.

Em 2002, durante o surto do coronavírus SARS-CoV, relatos semelhantes foram feitos no qual animais de estimação se tornaram portadores da doença e isto acontecia apenas quando habitavam o mesmo espaço que tutores doentes. Não existindo nenhum caso de transmissão do coronavírus de animais de estimação para pessoas.

 

Texto por Fábio Reis para PFARMA

* A reprodução é permitida, desde que citado o autor e fonte com link para https://pfarma.com.br 

 

Sobre teste de medicamentos experimentais para combater o coronavírus:

Hidroxicloroquina apresenta bons resultados contra o coronavírus

Terapia combinada de hidroxicloroquina e azitromicina no tratamento do COVID-19

 - Sobre o uso do Ibuprofeno, Cortisona e Tiazolidinediona em infecções por Coronavírus

Takeda está desenvolvendo terapia derivada do plasma para o coronavírus

Favipiravir demonstra eficácia no tratamento do Coronavírus

Mefloquina é testada na Rússia no tratamento do COVID-19 

Medicamento Interferon alfa 2b é testado por Cuba e China contra o Coronavírus