coronavirus brasil

 

Um ensaio clínico não randomizado, realizado na França, relatou que a hidroxicloroquina isolada ou em combinação com azitromicina reduziu a detecção do RNA da SARS-CoV-2 em amostras do trato respiratório superior em comparação com um grupo controle não randomizado, mas não avaliou o benefício clínico.

A hidroxicloroquina e a azitromicina estão associadas ao prolongamento do intervalo QT e recomenda-se cautela ao considerar esses medicamentos em pacientes com condições médicas crônicas (por exemplo, insuficiência renal, doença hepática) ou que estejam recebendo medicamentos que possam interagir para causar arritmias.

O estudo "Hydroxychloroquine and azithromycin as a treatment of COVID‐19: results of an open‐label non‐randomized clinical trial" foi publicado no dia 17 de março de 2020 no International Journal of Antimicrobial Agents.

Este estudo incluiu 42 pacientes, com teste positivo para o novo coronavírus SARS-CoV-2, alguns sintomáticos e outros assintomáticos.

O grupo 1, com 26 pacientes, recebeu a hidroxicloroquina na dosagem de 200 miligramas a cada 8 horas por 10 dias. O grupo 2 (controle), com 16 pacientes, recebeu o tratamento padrão para manejo dos sintomas.

A carga viral por swab nasal foi testada diariamente em um ambiente hospitalar. Dependendo da apresentação clínica, a azitromicina foi adicionada ao tratamento de 6 pacientes. PO dia 6 pós-inclusão foi considerado o ponto final com a presença ou ausência de vírus.

 

 hidroxicloroquina covid19

Figura 1: Percentual de pacientes, com amostras nasofaríngeas positivas para coronavírus por PCR, desde a inclusão até o dia 6 - grupo controle (linha preta) e grupo tratado com hidroxicloroquina (linha vermelha).

 

hidroxicloroquina azitromicina covid19 

Figura 2 . Porcentagem de pacientes, com amostras nasofaríngeas positivas para coronavírus por PCR, desde a inclusão até o dia 6 - pacientes controle (linha preta), pacientes tratado apenas com hidroxicloroquina (linha azul) e pacientes tratados com combinação de hidroxicloroquina e azitomicina (linha verde).

 

No artigo publicado os pesquisadores escreveram a seguinte conclusão "Apesar de seu pequeno tamanho amostral, nossa pesquisa mostra que o tratamento com hidroxicloroquina está significativamente associado à redução / desaparecimento da carga viral em pacientes com COVID-19 e seu efeito é reforçado pela azitromicina".

 

Texto por Fábio Reis para PFARMA

* A reprodução é permitida, desde que citado o autor e fonte com link para https://pfarma.com.br 

 

Sobre teste de medicamentos experimentais para combater o coronavírus:

Hidroxicloroquina apresenta bons resultados contra o coronavírus

Sobre o uso do Ibuprofeno, Cortisona e Tiazolidinediona em infecções por Coronavírus

Takeda está desenvolvendo terapia derivada do plasma para o coronavírus

Favipiravir demonstra eficácia no tratamento do Coronavírus

Mefloquina é testada na Rússia no tratamento do COVID-19 

Medicamento Interferon alfa 2b é testado por Cuba e China contra o Coronavírus