avigan favipiravir coronavirus

 

A companhia farmacêutica japonesa da Fujifilm está pedindo a aprovação do governo para o uso de seu medicamento Avigan, para influenza, no tratamento de pacientes de Covid-19.

A Fujifilm Toyama Chemical, que faz parte do conglomerado de empresas Fujifilm Holdings, deu entrada do pedido na sexta-feira, junto ao Ministério da Saúde do Japão.

Em setembro a empresa havia anunciado resultados de um teste clínico realizado com pacientes de coronavírus. Segundo a empresa, os pacientes que tomaram Avigan se recuperaram de seus sintomas e testaram negativo 2,8 dias antes dos pacientes que haviam tomado um placebo.

O laboratório acrescentou não ter encontrado motivos para preocupação sobre a segurança do remédio, além dos possíveis efeitos colaterais já conhecidos.

No Japão, o remédio antiviral remdesivir, usado no tratamento de pacientes com Ebola, foi aprovado como uma opção de tratamento eficaz para a Covid-19. O esteroide dexametasona também foi adicionado como uma opção.

O ministro da Saúde do Japão, Tamura Norihisa, disse à imprensa que seu ministério vai considerar cuidadosamente a segurança e eficácia do Avigan antes de tomar uma decisão final.

Ele disse não estar certo sobre o tempo que será necessário para testar o remédio, já que ele ainda não tinha visto todos os dados enviados, mas acrescentou estar ciente da urgência.

 

* com informações da TV Japonesa NHK