segunda onda coronavirus japao

 

O prefeito da cidade de Kitakyushu, no sudoeste do Japão, alertou para uma enorme segunda onda do coronavírus na região.

Um total de 22 novos casos foram confirmados em Kitakyushu entre sábado e quarta-feira. Não havia sido reportado nenhum caso por 23 dias consecutivos até sexta-feira da semana passada. A rota de infecção de 17 indivíduos contaminados permanece desconhecida.

O prefeito Kitahashi Kenji falou a repórteres na quinta-feira que sua cidade certamente iria ser atingida por uma forte segunda onda de infecções da COVID-19, e prometeu esforços para escapar da crise, com o aumento da conscientização de que uma situação grave ainda está por vir.

Kitahashi revelou que 12 dos 22 infectados são idosos. O prefeito prometeu rastrear minuciosamente as atividades recentes dos infectados para prevenir focos de infecção em instituições de idosos.

A prefeitura fechou temporariamente, na quinta-feira, um total de 43 instituições públicas que opera, incluindo um museu de literatura, um museu de mangá e o castelo de Kokura, que havia sido reaberto ao público na terça-feira após passar quase 3 meses fechado.

Uma mulher que passeava nas redondezas disse estar triste de ver que o castelo foi fechado novamente após apenas dois dias desde a reabertura.

A cidade pretende manter as 43 instituições fechadas até o dia 18 de junho.

 

Cidade japonesa fecha 119 locais após registrar novos casos do coronavírus

A cidade de Kitakyushu, no sudoeste japonês, fechou mais de 100 locais com ambientes fechados após voltar a registrar infecções do novo coronavírus. Os locais haviam sido reabertos recentemente, depois da suspensão do estado de emergência que havia sido instaurado por conta da pandemia.

Em um anúncio, a prefeitura de Kitakyushu afirmou que 119 locais com ambientes fechados, entre eles museus e bibliotecas, não abrirão suas portas de 31 de maio a 18 de junho.

A cidade já havia anunciado o fechamento temporário de outros 43 locais, ele entre eles o Castelo de Kokura, que fechou na quinta-feira (28).

Kitakyushu registrou novas infecções por oito dias seguidos até sábado (30). Ao todo, 85 casos foram confirmados no período, e especialistas não conseguiram rastrear as rotas de infecções de 31 deles.

O Museu Municipal de Arte de Kitakyushu foi um dos locais que fecharam as portas neste domingo (31). Ele havia retomado suas atividades há somente 12 dias, após não abrir por cerca de um mês e meio.

A prefeitura da cidade disse que irá reabrir locais com ambientes fechados de acordo com a evolução da situação na cidade.

 

* Informações da TV Japonesa NHK