O governo decidiu adiar o reajuste no teto do preço dos medicamentos por 60 dias devido à pandemia por coronavírus.

Em 19 de março adiantamos que o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou que o Ministério da Economia estava estudando o adiamento do aumento do preço dos medicamentos e outras medidas que têm impacto direto no bolso do cidadão e no sistema de saúde.

No início do mês algumas entidades como onasems e Cosems foram ao Ministério da Saúde para pedir que o aumento no preço fosse adiado.

Algumas redes de farmácia como Raia Drogasil chegaram a anunciar que não iriam aumentar os preços caso fosse autorizado o reajuste dos preços.

Era esperado que a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) aprovasse um reajuste entre 3,15% e 5,13% para os medicamentos em 2020.

 

Texto por Fábio Reis para PFARMA

* A reprodução é permitida, desde que citado o autor e fonte com link para https://pfarma.com.br 

 

Sobre teste de medicamentos experimentais para combater o coronavírus:

Hidroxicloroquina apresenta bons resultados contra o coronavírus

Terapia combinada de hidroxicloroquina e azitromicina no tratamento do COVID-19

Takeda está desenvolvendo terapia derivada do plasma para o coronavírus

Favipiravir demonstra eficácia no tratamento do Coronavírus